wrapper

Breves

quarta, 01 abril 2020 00:00

Covid-19: Lares de idosos do distrito da Guarda devem ter espaços alternativos Destaque

A União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social (UDIPSS) da Guarda está a alertar os lares de idosos da região para terem espaços alternativos para responderem a eventuais casos de utentes infetados pela pandemia da covid-19.

O presidente da UDIPSS da Guarda, Rui Reis referiu que os lares de idosos, que no distrito da Guarda acolhem cerca de três mil utentes, são uma "preocupação enorme".

"O número de idosos internados em ERPI (Estrutura Residencial Para Idosos) e o número de instituições que têm essa resposta social é enorme e, portanto, temos que nos preocupar com isso, porque poderá estar aqui um autêntico barril de pólvora e que nos poderá, efetivamente, acarretar alguns dissabores", afirma o responsável.

Perante a situação, Rui Reis tem procurado "um diálogo muito intenso com as instituições, com as direções, sobretudo com as direções técnicas", referindo que "todas elas têm o plano de contingência preparado".

"Mas, neste momento, procuramos, conjuntamente com as instituições, uma outra solução, que passa por essas instituições terem a capacidade de ter serviços na retaguarda, no meio geográfico envolvente, a nível concelhio ou até a nível de cada freguesia, de poderem ter um equipamento que possa, de alguma forma e em caso de necessidade, aliviar um pouco a colocação de idosos nesses mesmos espaços", explicou.

Os espaços alternativos possibilitarão que, em caso de eventuais infetados com o coronavírus, os utentes fiquem confinados e a instituição continue a laborar "de uma forma regular e eficiente".

Rui Reis indicou que em cada umas das freguesias há sempre espaços para serem utilizados, como casas paroquiais, centros comunitários ou associações juvenis, e que a UDIPSS já contactou instituições na cidade da Guarda que se disponibilizaram a ceder espaços em caso de necessidade.

Os municípios do distrito "estão a trabalhar muito bem" e na região "estão disseminados vários locais" que podem ser utilizados, assinalou.

O presidente da UDIPSS/Guarda referiu ainda que as instituições de apoio a idosos "estão empenhadas" em encontrar medidas que minimizem os efeitos da pandemia, mas "também estão em pânico" com o que possa vir a acontecer.

"Não há nenhuma instituição que não esteja muito preocupada com os utentes que tem" e com a possibilidade de ter "um caso de covid", referiu.

Atendendo ao cenário, Rui Reis considera "importante" a decisão do Governo de avançar com rastreios nos lares de idosos do distrito da Guarda, onde existem "inúmeras respostas sociais" para a terceira idade.

Segundo o responsável, de momento, naquele distrito, conhecem-se casos de covid-19 nos lares de idosos das Misericórdias de Vila Nova de Foz Côa e de Gouveia.

 

Partilhar este artigo

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Eduardo Cabral

Estamos quase no fim do mês de dezembro de 2019 e a entrarmos no ano de 2020.

Joaquim Pimentel

A leitura que vou procurando fazer no dia-a-dia duma vida muito ocupada e com acrescidas preocupações, permite alargar os meus conhecimentos os quais, confesso, são limitados e dar conta do que se vai passando em meu redor. Não resisto, pois, a ...

Manuel Miranda

Natal. As notícias não deixam esquecer o Natal. As televisões mandam jornalistas para os grandes centros comerciais para registarem os entusiasmados, a azáfama das compras. 

Estrela da Beira

2019 está já a terminar. Foi um ano cheio de muitas surpresas, de muitas atividades e de mudança para a nossa banda.