wrapper

Breves

quarta, 31 outubro 2018 00:00

CISE organiza saída de campo e curso de identificação de cogumelos

O CISE – Centro de Interpretação da Serra da Estrela organiza este sábado, dia 3 de novembro, mais uma saída de campo para observação de cogumelos, com o intuito de dar a conhecer a grande biodiversidade que caracteriza este grupo de seres vivos.

Durante a saída, que decorrerá entre as 09h e as 15h30, serão visitados locais representativos dos principais tipos de habitats existentes na serra, tais como bosques de resinosas, de folhosas e matos, sendo salientados os aspetos relacionados com a biologia, ecologia, conservação e colheita de cogumelos.

Posteriormente, nos dias 17 e 18 de novembro, e com um maior grau de aprofundamento teórico, o CISE organiza mais um Curso Prático de Identificação de Cogumelos. A formação é ministrada por Mauro Matos e por José Conde e inclui a realização de sessões teóricas e práticas, com saída de campo à serra da Estrela, para observação e recolha de cogumelos.

No âmbito das sessões teóricas serão sublinhados, entre outros conteúdos, indicações que lhe possibilitem reconhecer de forma inequívoca as espécies que crescem na natureza, como a caracterização e identificação dos diferentes componentes de um cogumelo, o seu processo de formação, incluindo informação sobre os cogumelos comestíveis e tóxicos.

A participação nas atividades têm um valor associado e está limitada a um número máximo de participantes, com idade superior a 14 anos. Informações adicionais e inscrições na página de internet www.cise.pt.

O Centro de Interpretação da Serra da Estrela (CISE) é uma estrutura do Município de Seia vocacionada para a promoção do conhecimento e divulgação do património ambiental da serra da Estrela, que apresenta como objetivos principais: promover atividades no âmbito da interpretação da natureza, apoiar a investigação científica, desenvolver projetos de educação ambiental e fomentar o turismo de natureza. 

Unidade única em toda a região, aqui é possível alicerçar o conhecimento empírico oferecido pela descoberta natural da serra, com as bases científicas e fenómenos que a natureza não revela ao olho humano.

 

Partilhar este artigo

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Eduardo Cabral

Estamos quase no fim do mês de dezembro de 2019 e a entrarmos no ano de 2020.

Joaquim Pimentel

A leitura que vou procurando fazer no dia-a-dia duma vida muito ocupada e com acrescidas preocupações, permite alargar os meus conhecimentos os quais, confesso, são limitados e dar conta do que se vai passando em meu redor. Não resisto, pois, a ...

Manuel Miranda

Natal. As notícias não deixam esquecer o Natal. As televisões mandam jornalistas para os grandes centros comerciais para registarem os entusiasmados, a azáfama das compras. 

Estrela da Beira

2019 está já a terminar. Foi um ano cheio de muitas surpresas, de muitas atividades e de mudança para a nossa banda.