wrapper

Breves

sexta, 15 maio 2015 00:00

Festival Especial de Seia

No dia 17 de maio, pelas 15:30h, crianças e jovens portadores de multideficiências do concelho de Seia protagonizam mais uma edição do Festival Especial, mostrando o seu talento e valor no palco do Cineteatro da Casa Municipal da Cultura de Seia. O cantor Miguel Araújo e o projeto Sincrone do Porto são os convidados da 6ª edição do Festival Especial.

 

Organizado pela Câmara Municipal de Seia, o festival conta com representações dramáticas e momentos musicais únicos, protagonizados por elementos da Casa de Santa Isabel, do Centro de Atividades Ocupacionais (CAO) da Casa do Povo de Seia, por crianças autistas e multideficientes da unidade de ensino estruturado do Centro Escolar de Seia e da Guilherme Correia de Carvalho e da sala de multideficiência da Abranches Ferrão.

O cantor Miguel Araújo, dos Azeitonas, associa-se a esta demonstração de talento, comparecendo em palco com Beatriz Aleixo, exemplo de uma menina autista que demonstra na música capacidades para se exprimir e comunicar.

O Festival terá ainda a participação especial do projeto artístico SÍNCRONE, do Porto. Baseado no conceito de Dança Inclusiva, este projeto aborda linguagens artísticas muito vastas, com destaque sobre a dança, a expressão corporal e a música. 

SÍNCRONE surgiu de uma vontade em comum, o desejo de dançar e movimentar o corpo. Rui Reisinho, como bailarino com paralisia cerebral, e Diana Azevedo, como bailarina e violinista, decidiram iniciar uma viagem pelo mundo da dança, despertando a sensibilidade e a atenção do público para o movimento, sem barreiras corporais ou emocionais. Na dança encontram a sua forma de comunicar, na música a sua forma de libertar e no olhar a sua identificação. Com música de Diana Azevedo, estes dois bailarinos exprimem-se e comunicam através do corpo, num espetáculo para público de todas as idades. Duas máscaras num só olhar, dois corpos e uma cadeira de rodas, quatro mãos sobre um violino e um corpo sobre uma bola, são alguns dos cenários que este espetáculo oferece.

O Festival Especial teve início em 2010 e resulta do acompanhamento musical levado a cabo pela Câmara, através da Ludoteca Municipal, junto de instituições de ensino especial.

Estas sessões de musicoterapia têm sido desenvolvidas ao longo dos últimos oito anos e têm revelado evoluções inegáveis na cumplicidade, interação e comunicação das crianças e jovens. Assim, criaram-se alicerces para mostrar ao mundo o trabalho que se pode desenvolver com estas crianças e jovens, revelando o seu valor e capacidades.

Partilhar este artigo

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Eduardo Cabral

Fazendo uma retrospetiva à vida humana, concluímos que só bastante tarde é que nos damos conta que os dias e anos andam tão rápidos que até parece mentira. Todavia, a longevidade que em jovens julgamos nunca lá chegar, rapidamente a atingimos, ...

Joaquim Pimentel

Alguns anos após o 25 de Abril, mais precisamente quando aquela casta de políticos que serviram Portugal e os portugueses com verdadeiro espirito de missão, no Governo ou no Parlamento – a Casa da Democracia – colocando os interesses do país e do ...

Manuel Miranda

São doentes aos milhares em situação de risco. São notícias de milhares de cirurgias adiadas. São doentes oncológicos em risco de vida com cirurgias urgentes adiadas.  Um reduzido grupo de enfermeiros consegue fazer adiar cirurgias nos hospitais ...

Estrela da Beira

No passado dia 23 de fevereiro a Sociedade Musical Estrela da Beira (SMEB) fez um concerto de apresentação do 1º CD intitulado “Contemplar”.  Este CD enaltece toda a dedicação que a SMEB tem vindo a colocar em prol da música filarmónica e da ...