wrapper

Breves

sexta, 09 fevereiro 2018 00:00

GNR promove ações de Sensibilização sobre Defesa da Floresta Contra Incêndios

A Falta de manutenção poderá levar a coimas de 280 € a 10 mil €, no caso de pessoa singular, e de 1.600 € a 120 mil €, para pessoas coletivas.

A obrigatoriedade de manutenção das faixas de gestão de combustíveis constitui uma das medidas preventivas previstas no Decreto Lei nº 124/2006, de 28 de junho com redação atual, com o objetivo de reduzir o número de incêndios rurais.

A prática mais comum da gestão de combustíveis consiste na limpeza dos terrenos, através do corte e remoção da biomassa vegetal neles existentes. Uma correta e oportuna gestão de combustíveis constitui um elemento essencial para a minimização do risco de incêndio.

A prevenção aos incêndios rurais deve ser praticada de forma atempada e inteligente.

A Guarda Nacional Republicana (GNR) tem vindo a exercer um enorme esforço na realização de ações de sensibilização junto da população, com o intuito de promover e fomentar boas práticas agrícolas e acima de tudo transmitir uma mensagem de dever cívico na prevenção generalizada aos incêndios rurais, partindo da premissa que a floresta é de todos e que a todos cabe preservar e proteger.

Na sequência das ações realizadas pela GNR, constatou-se que muitos terrenos continuam a carecer de limpeza, de forma a salvaguardar a manutenção das faixas de gestão de combustíveis e assim contribuir para a redução do elevado número de incêndios rurais.

O Comando Territorial da Guarda irá realizar ações de sensibilização, durante o mês de fevereiro, nos seguintes dias e locais:

•         Para a população em geral

o   09, 10 e 11 de fevereiro, na Feira de tradições de Pinhel;

o   10 de fevereiro, pelas 15H00, nas instalações da Junta de Freguesia do Minhocal – Celorico da Beira;

o   11 de fevereiro, pelas 11H30, nas instalações da Junta de Freguesia de Vale de Amoreira – Manteigas;

o   14 de fevereiro, pelas 14H00, nas instalações da Junta de Freguesia de Teixeira de Cima – Seia e, pelas 15H30, nas instalações da Associação de Teixeira de Baixo – Seia;

o   16 de fevereiro, pelas 15H00, nas instalações da Junta de Freguesia Foios e, pelas 17H00, nas instalações da Junta de Freguesia de Vale de Espinho – Sabugal;

o   20 de fevereiro, pelas 10H00, na Junta de Freguesia da Miuzela e, pelas 11H00, na Junta de Freguesia da Amoreira – Almeida;

o   20 de fevereiro, pelas 10H00, nas instalações da Junta de Freguesia da Miuzela – Guarda;

o   20 de fevereiro, pelas 10H00, nas instalações da Junta de Freguesia da Amoreira – Almeida;

o   22 de fevereiro, pelas 15H00, nas instalações da Junta de Freguesia Rebolosa – Sabugal, pelas 17H00 nas instalações da União de Freguesias de Ruvina, Ruivós e Vale das Éguas – Sabugal;

o   22 de fevereiro, pelas 17H00, nas instalações da Junta de Freguesia da Ruvina – Sabugal;

o   25 de fevereiro, pelas 15H00, nas instalações da Junta de Freguesia da Faia – Guarda.

 

•         Para agricultores

o   16 de fevereiro, pelas 10H00, nas instalações da Acriguarda – Guarda;

o   20 de fevereiro, pelas 10H00, nas instalações do Município do Sabugal;

o   22 de fevereiro, pelas 10H00, nas instalações do Município de Figueira de Castelo Rodrigo.

 

•         Para Presidentes de Junta, produtores florestais, apicultores, bombeiros e funcionários do Município

o   15 de fevereiro, pelas 19H00, no Auditório do Pavilhão Multiusos do Município de Trancoso;

o   21 de fevereiro, pelas 18H00, no Auditório do Centro Cultural em Vila Nova de Foz Côa;

o   23 de fevereiro, pelas 19H00, no Auditório do Município de Pinhel;

o   27 de fevereiro, pelas 19H30, no Auditório da Casa da Cultura na Mêda.

A falta de manutenção das faixas de gestão de combustíveis (limpeza dos terrenos) constitui infração do foro contraordenacional e os seus responsáveis incorrem em coimas de 280 € a 10 mil €, no caso de pessoa singular, e de 1.600 € a 120 mil €, para pessoas coletivas.

 

Partilhar este artigo

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Eduardo Cabral

Os meses de fevereiro e março tiraram a Portugal e aos Portugueses a angústia duma seca severa que nem os mais otimistas acreditavam que voltasse a chover em Portugal. De facto, ao olharmos para todo o solo de Portugal, era desesperante vê-los ...

Joaquim Pimentel

Triste e lamentavelmente, perante a realidade da vida, que ninguém nos procure impingir a mentira de que a situação da Síria mexe com Assad, Trump, Putin, etc! Por mais razões que queiram invocar, a atitude destes “senhores” e de todos quantos a ...

Manuel Miranda

Mas tanta!... tanta gente de olhares em mim!... Eu sei que sou diferente… Que ando na vida para mim voltado, de todos os outros desencontrado!... Autista!… é o que de mim dizem. E outros que sou de perturbações do espectro do autismo. Outros ...

Estrela da Beira

A época das festas religiosas aproxima-se a passos largos. Estivemos novamente em Salamanca onde participámos na Procissão do Enterro (Sexta-feira Santa) e na Procissão do Encontro (Domingo de Páscoa) a convite da Cofradía de la Vera Cruz. É ótimo ...