wrapper

Breves

segunda, 03 dezembro 2018 00:00

Governo vai investir 4,5 ME em três infraestruturas da GNR no distrito da Guarda -  Posto de Seia vai ser contemplado

A secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, anunciou hoje que o Governo vai investir 4,5 milhões de euros na melhoria das condições de três infraestruturas da GNR no distrito da Guarda.

Segundo a governante, o investimento do Ministério da Administração Interna (MAI) vai contemplar o Destacamento Territorial da GNR de Vilar Formoso, no concelho de Almeida, e os Postos Territoriais de Seia e de Figueira de Castelo Rodrigo.

"[As obras vão ser realizadas] para que possamos dotar estas infraestruturas com a dignidade que, não só os nossos militares merecem, como também as respetivas populações", justificou.

Isabel Oneto falava hoje em Trancoso, no distrito da Guarda, onde presidiu à cerimónia militar comemorativa do Dia do Comando Territorial da GNR da Guarda.

"E vamos também, já na próxima semana, iniciar a entrega das viaturas, num total de duas mil viaturas para as forças e serviços de segurança, para que possamos, ano após ano, renovar o parque automóvel porque, sabemos, é um dos principais problemas dos nossos militares", acrescentou.

A secretária de Estado agradeceu também aos autarcas presentes "pela colaboração que têm tido com as forças de segurança das respetivas áreas, e no caso em particular, da GNR".

"As câmaras municipais, as juntas de freguesia, são parceiras institucionais do Governo e na resposta aos desafios de segurança", disse.

Para Isabel Oneto, "a capacidade de ação, a sua proximidade e o conhecimento da realidade local" são essenciais para que a administração central e a administração local possam "dar um desenvolvimento mais célere aos vários processos e dar a resposta adequada às necessidades da população".

"Assim, vamos procurar continuar a prosseguir o investimento na reabilitação das infraestruturas, na modernização dos equipamentos, na melhoria da relação entre cidadãos e as forças e serviços de segurança, e uma especial atenção à dignificação dos elementos das forças e serviços de segurança", concluiu.

O comandante do Comando Territorial da GNR da Guarda, coronel Cunha Rasteiro, fez na sua intervenção um balanço da criminalidade verificada este ano no distrito e anunciou que os dados confirmam que "é um distrito seguro".

O responsável observou, no entanto, que a sinistralidade rodoviária é "um dos principais fatores críticos de insegurança" daquele distrito.

"Bem sabemos que a insegurança rodoviária não se combate apenas com medidas policiais. Estamos cientes que é necessário envolver e fomentar a cooperação entre os diversos órgãos e entidades com responsabilidades nesta matéria", defendeu.

Cunha Rasteiro disse que "reprimir não basta", considerando que "a segurança nas estradas portuguesas é uma responsabilidade de todos e é, acima de tudo, uma questão cultural".

Este ano, a GNR da Guarda fiscalizou 70 mil condutores, elaborou cerca de 15 mil autos de contraordenação e apreendeu e recuperou 35 viaturas.

Partilhar este artigo

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Eduardo Cabral

Fazendo uma retrospetiva à vida humana, concluímos que só bastante tarde é que nos damos conta que os dias e anos andam tão rápidos que até parece mentira. Todavia, a longevidade que em jovens julgamos nunca lá chegar, rapidamente a atingimos, ...

Joaquim Pimentel

Alguns anos após o 25 de Abril, mais precisamente quando aquela casta de políticos que serviram Portugal e os portugueses com verdadeiro espirito de missão, no Governo ou no Parlamento – a Casa da Democracia – colocando os interesses do país e do ...

Manuel Miranda

São doentes aos milhares em situação de risco. São notícias de milhares de cirurgias adiadas. São doentes oncológicos em risco de vida com cirurgias urgentes adiadas.  Um reduzido grupo de enfermeiros consegue fazer adiar cirurgias nos hospitais ...

Estrela da Beira

No passado dia 23 de fevereiro a Sociedade Musical Estrela da Beira (SMEB) fez um concerto de apresentação do 1º CD intitulado “Contemplar”.  Este CD enaltece toda a dedicação que a SMEB tem vindo a colocar em prol da música filarmónica e da ...