wrapper

Breves

Voz da Solidariedade...

Um programa da Fundação Aurora Borges, de Santa Marinha, Seia, emitido semanalmente através da Antena Livre, 89.6 aos Sábados, das 13 às 14 e reposição aos Domingos das 10 às 11. Ouça aqui os programas...

quarta, 01 fevereiro 2017 00:00

O desporto em atletas de alta competição

O programa a “Voz da Solidariedade” da Fundação Aurora Borges, emitido pela Rádio Antena Livre aos sábados das 13h as 14h e Domingos das 10h às 11h, procura abranger uma multiplicidade de temáticas emergentes nacionais e/ou regionais, desde a área da saúde, a cultura, a música (entre outros), procurando dar voz a múltiplas personalidades que ajudem a explorar, desmitificar e aprofundar cada tema abordado.

Ultimamente, dedicamos algumas emissões ao desporto, tendo connosco diversos atletas de alta competição, nomeadamente do futebol feminino, atletismo e o motociclismo. Salientamos a presença de um ilustre convidado, o Professor Doutor Jorge Silvério, primeiro mestre em Portugal de Psicologia do Desporto, Doutorado em Psicologia e Especialista em Psicologia do Desporto. Autor e co-autor de diversos artigos científicos nacionais e internacionais, bem como autor do livro “Como ganhar com a cabeça”, tendo igualmente uma vasta experiência no trabalho com atletas de alta competição, sendo atualmente psicólogo do desporto da Seleção Nacional de Futsal.  

O desporto é uma prática apaixonante na nossa sociedade, que movimenta multidões de pessoas motivadas pela emoção que a própria prática desportiva implica. Em atletas de alta competição, o processo de treino é algo complexo que envolve múltiplas variáveis, não apenas considerando o desempenho físico, mas também processos cognitivos, emocionais e motivacionais. Alcançar um desempenho rigoroso, sistemático, com método, eficaz e de excelência implica um trabalho diário, multidisciplinar, que na maioria das vezes não é visível aos olhos do cidadão comum que apenas se preocupa com a vitória ou êxito numa determinada modalidade. A prática desportiva em grupo como é o exemplo do futebol ou individual como no atletismo, implica um trabalho concertado onde o trabalho em equipa, a motivação, capacidade de resiliência e a ambição são elementos primordiais para o sucesso.  

Neste sentido, podemo-nos perguntar como é que apenas alguns atletas atingem padrões de elevado desempenho em prole de outros praticando a mesma modalidade; ou mesmo como é que atletas de alta competição lidam com o fracasso? De acordo com o Professor Doutor Jorge Silvério, vários são os fatores e/ou variáveis que contribuem para essa realidade. De acordo com a sua profissão e experiência profissional, os atletas de alta competição estão expostos a elevados níveis de exigência, lidando diariamente com elevadas expetativas de desempenho, enfrentando processos cognitivos e emocionais que conduzem ao stress, ansiedade, sendo precipitado com a pressão que é exercida pelos outros ou por si próprios considerando as suas crenças. De acordo com o Doutor Jorge Silvério, a influência e equilíbrio do controlo emocional de cada individuo é importante no seu desempenho desportivo, aspeto central do psicólogo no âmbito do desporto com os atletas.  

Apesar de a maioria da literatura existente, conceptualizar o Stress e ansiedade como algo negativo, é importante salientar que são uma resposta adaptativa que faz parte do nosso processo evolutivo, sendo fundamental no modo como interagimos com diversas situações ou acontecimentos do dia-a-dia.

Assim, nem todo o stress deverá ser conceptualizado como negativo. Sendo uma das componentes principais que no desporto mais influencia o rendimento desportivo, é importante ter em conta que existem duas categorias de stress, nomeadamente o stress bom (eustress) e o stress mau (distress). Assim, o eustress é um tipo de stress agradável, adaptativo e positivo, que poderá dar origem a consequências positivas, como a potenciação da maximização das potencialidades do indivíduo, fomentar o bom desempenho e rendimento. Por outro lado, o distress, remete-nos para os efeitos nefastos que o stress pode provocar, quando este ultrapassa o limiar da resiliência de cada individuo, podendo dar origem a problemas de saúde física e mental prejudicando assim o rendimento desportivo. 

Cada atleta na alta competição tende a valorizar muito mais o seu bem-estar e equilíbrio cognitivo e emocional, reconhecendo a sua importância no seu rendimento, por vezes muito mais que o treino estritamente físico como preditor único do resultado final com sucesso (algo que talvez seja desconhecido por muitos). Deste modo, existe um trabalho diário com os mesmos, onde se capacita a lidar com a resposta da ansiedade e os próprios pensamentos positivos que poderão ser fatores protetores da resposta de ansiedade. A importância da motivação e da capacidade de resiliência perante as adversidades são ingredientes fundamentais, sendo a persistência um padrão fundamental que conduz ao sucesso. 

Como mensagem aos jovens, o Doutor Jorge Silvério alerta para todos estes fatores anteriormente citados, onde a vontade de querer vencer, a determinação, a conceptualização de objetivos claros e realistas, a capacidade de resiliência e o conceptualizar que o sucesso depende exclusivamente de nós, do trabalho e esforço que despendemos são critérios essências para quem pretende ter sucesso no desporto ou noutro setor profissional. 

 

Partilhar este artigo

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Eduardo Cabral

Até que enfim! O desagrado político que se viveu ...

Joaquim Pimentel

Há muito, muito tempo que uma esmagadora maioria ...

Mário Branquinho

O governo que não fez nada no Distrito da Guarda ...

Manuel Miranda

A Convenção da ONU para a Deficiência E os ...

André Figueiredo

Atendendo ao que se tem visto temos que estar à ...

Estrela da Beira

Chegou o frio porém nós temos Música. Música essa ...