wrapper

Breves

segunda, 06 novembro 2017 00:00

Município de Seia considera que neste momento não devem ser feitas plantações ou sementeiras em áreas ardidas Destaque

Seia faz recomendações para proteção do solo em áreas ardidas

 

A Câmara Municipal de Seia está a fazer recomendações aos habitantes do concelho para que adotem medidas que protejam os solos nas áreas atingidas pelos incêndios.

A autarquia presidida por Carlos Filipe Camelo refere, em nota, que “nos solos percorridos por incêndios, especialmente onde o fogo apresentou maior intensidade e onde o declive é mais acentuado, a perda potencial de solo pela erosão é um problema grave, com riscos acrescidos de inundações e deslizamentos de terras”.

Por isso, o município considera que “é fundamental ser ágil na intervenção, já que a perda de solo origina a redução do potencial produtivo do solo florestal, devido à perda de nutrientes e, logo, à perda de valor”.

Para proteger o solo contra a erosão, o Município de Seia, através do Gabinete Técnico Florestal, faz várias recomendações como a não utilização de maquinaria pesada em áreas ardidas, exceto quando absolutamente necessário.

Não realizar quaisquer ações de mobilização de solo, quer por maquinaria pesada quer manualmente, de forma a evitar o arrastamento e perda de solo, e não proceder ao corte de folhosas (carvalhos, castanheiros, sobreiros, azinheiras, bétulas, amieiros, etc.) antes da próxima primavera, são outras das sugestões.

A autarquia também pede que não sejam abatidas árvores resinosas (pinheiros, pseudotsugas, ciprestes, etc.) e que sejam respeitadas as normas de boas práticas florestais na extração e transporte de madeira em zonas ardidas, de forma a minimizar os efeitos erosivos destas intervenções.

É ainda aconselhado que “todos os sobrantes devem ser dispostos segundo as curvas de nível, ou seja, perpendicularmente ao declive [do terreno], por forma a promover a retenção de cinzas e solo arrastados pelas chuvas”.

O Município de Seia também considera que neste momento não devem ser feitas plantações ou sementeiras em áreas ardidas.

Os interessados podem obter aconselhamento técnico ou esclarecimentos junto do Gabinete Técnico Florestal da Câmara Municipal de Seia, através de correio eletrónico (Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.) ou por telefone (238 310 230).

 

Partilhar este artigo

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Eduardo Cabral

Os meses de fevereiro e março tiraram a Portugal e aos Portugueses a angústia duma seca severa que nem os mais otimistas acreditavam que voltasse a chover em Portugal. De facto, ao olharmos para todo o solo de Portugal, era desesperante vê-los ...

Joaquim Pimentel

Triste e lamentavelmente, perante a realidade da vida, que ninguém nos procure impingir a mentira de que a situação da Síria mexe com Assad, Trump, Putin, etc! Por mais razões que queiram invocar, a atitude destes “senhores” e de todos quantos a ...

Manuel Miranda

Mas tanta!... tanta gente de olhares em mim!... Eu sei que sou diferente… Que ando na vida para mim voltado, de todos os outros desencontrado!... Autista!… é o que de mim dizem. E outros que sou de perturbações do espectro do autismo. Outros ...

Estrela da Beira

A época das festas religiosas aproxima-se a passos largos. Estivemos novamente em Salamanca onde participámos na Procissão do Enterro (Sexta-feira Santa) e na Procissão do Encontro (Domingo de Páscoa) a convite da Cofradía de la Vera Cruz. É ótimo ...