wrapper

Breves

A leitura que vou procurando fazer no dia-a-dia duma vida muito ocupada e com acrescidas preocupações, permite alargar os meus conhecimentos os quais, confesso, são limitados e dar conta do que se vai passando em meu redor. Não resisto, pois, a transcrever uma carta cujo conteúdo me parece um pedido justo ao Pai Natal. Vamos por isso, de imediato, cumprir o prometido: 

“Querido Pai Natal,

Vou pedir ao Menino Jesus que te dê saúde, força e coragem para que tu, velhinho amigo, de barba branca e respeitável idade, me possas visitar e deixar o teu presente na chaminé da minha casa. Permite, Pai Natal, que te apresente um pedido muito especial. Procura junto do teu Chefe e Rei de toda a Humanidade – o Menino Jesus – que eu veja concretizados os seguintes desejos:

1- Que ao Papa Francisco não falte saúde, coragem, força, disponibilidade e querer para prosseguir a sublime missão de continuar a dar testemunho de fé e verdade no mundo inteiro de maneira a que Jesus Cristo que aceitou o sacrifício da própria vida na Cruz por amor ao Homem reine como único e verdadeiro Rei de todo o Universo. 

2- Que os políticos de Portugal, nos diferentes Órgãos do Poder cumpram o verdadeiro papel que a Democracia exige – servir em vez de se servirem; tenham como única razão do seu exercício o país e o povo e em momento algum privilegiem o partido a que pertencem, os amigos, a camisola e o interesse pessoal em detrimento do interesse de Portugal e dos portugueses. 

3- Que o governo, no seu todo, aja com verdade, rigor, transparência, tolerância e justiça, colocando em primeiro lugar e acima de tudo, o interesse do povo e do país; faça leis e fiscalize o seu cumprimento para que haja menos ricos e menos pobres: o Ministro da Administração Interna dê às Forças de Segurança e Investigação os meios financeiros para que possam cumprir a sua missão; lhes pague os subsídios de risco e os trate com mais respeito, lembrando-se que, Polícia, GNR e PJ têm de sentir-se motivadas para nos defender e honrar o país; O Ministro da Educação trate com respeito os professores e os alunos e não assobie para o lado ou teime em ignorar a justeza das suas reivindicações; a Ministra da Saúde não faça de nós tolinhos ao parecer ignorar tantos e tão graves problemas com que se debate o SNS e se digne ouvir com mais atenção e sentido de responsabilidade médicos, enfermeiros e auxiliares; não procure esconder a mais que provável falência da Saúde se não olhar de frente para o seu estado; reflita e não se furte a olhar para o SNS com a realidade do quotidiano; a Ministra respectiva lute para que a Justiça cumpra Abril e ladrões, corruptos e criminosos sejam severamente punidos e que aos guardas prisionais sejam dados meios para fazerem bem o seu trabalho; a Ministra da Segurança Social se não esqueça de que pobres, idosos, doentes, sem abrigo, fragilizados, esquecidos e abandonados são os que mais precisam de carinho, apoio e respeito; o Ministro dos transportes gaste mais tempo a fazer do que a falar para que comboios, barcos, autocarros e todos os transportes públicos sirvam os portugueses com eficácia, eficiência e segurança; o Ministro das Finanças, esse super-ministro se preocupe mais, muito mais, com o país do que com a Europa; se deixe de habilidades só para cumprir o défice Zero e ficar na história como um grande campeão- (forte com os fracos e fraco com os fortes); deixe de se preocupar com a sua imagem na Europa e com o défice; o Ministro da Defesa dê carros, armas e fardas aos militares para que o exercício da sua missão enobreça e prestigie Portugal; o Primeiro-ministro olhe para Portugal e para os portugueses com o respeito, a amizade e a verdade que é devida a todos os portugueses e faça com que o governo governe pelo povo e para o povo; se lembre bem do que prometeu para muitos setores da vida nacional – designadamente: Proteção Civil, Ambiente, Segurança, Educação e Solidariedade Social; se preocupe com os soldados da paz e com o papel extraordinário que desenvolvem no seio do país; ouça mais e compreenda melhor os recados que os portugueses lhe fazem chegar através do Presidente Marcelo. 

4- Ó Pai Natal, faz com que o Menino Jesus ilumine a cabeça de tanto deputado que anda lá pelo Parlamento para apenas fazer fretes aos partidos a que pertencem e aos seus líderes em vez de se preocuparem tão só com o povo e o país; trabalhem mais e melhor, promovam ações e aprovem leis que tenham como alvos Portugal e os portugueses e jamais, em tempo algum, os interesses pessoais e partidários. 

E, por último, Pai Natal, que já deves estar tão cansadinho, perdoa-me tanto pedido. Dá beijinhos ao Menino Jesus, cumprimentos e abraços afetuosos a todos quantos cantam em coro: Natal! Natal! Natal! Jesus nasceu!

Ao Pai de Jesus e a Nossa Senhora transmite-lhes esta simples mensagem: Obrigado pelo Natal.”   

Após a leitura desta carta escrita por uma criança que não conheço, é meu entendimento que não deva fazer comentários nem acrescentar-lhe o que quer que seja. Boas Festas para todos e Feliz Ano Novo. 

 

Partilhar este artigo

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Eduardo Cabral

Estamos quase no fim do mês de dezembro de 2019 e a entrarmos no ano de 2020.

Joaquim Pimentel

A leitura que vou procurando fazer no dia-a-dia duma vida muito ocupada e com acrescidas preocupações, permite alargar os meus conhecimentos os quais, confesso, são limitados e dar conta do que se vai passando em meu redor. Não resisto, pois, a ...

Manuel Miranda

Natal. As notícias não deixam esquecer o Natal. As televisões mandam jornalistas para os grandes centros comerciais para registarem os entusiasmados, a azáfama das compras. 

Estrela da Beira

2019 está já a terminar. Foi um ano cheio de muitas surpresas, de muitas atividades e de mudança para a nossa banda.