wrapper

Breves

Feito o pequeno intervalo no mês anterior, regressamos hoje à nossa exposição sobre os instrumentos musicais. Durante os últimos artigos já abordámos os instrumentos da família das madeiras, porém ainda não está terminada a nossa viagem pelos instrumentos da família dos metais. Já falámos sobre o trompete e a trompa, por isso, é momento de conhecermos o trombone e as tubas.

O trombone é um instrumento que agrupa no seu nome duas formas: o trombone de pistos e o trombone de vara. Antigamente, o trombone de pistos era a variante que se encontrava em maior número nas bandas, porém com a evolução dos tempos, o trombone de vara chegou e hoje é já raro encontrarmos um trombone de pistos nas nossas casas filarmónicas. Por isso, abordaremos em maior pormenor o trombone de vara.

O trombone de vara é um instrumento com uma válvula móvel (a vara) que ao se movimentar, altera o tamanho do tubo e, consequentemente, da nota. A vara tornou-o, por isso, num instrumento de timbre mais homogéneo, porém o músico que o tocar deverá ser cuidadoso e perspicaz na movimentação da vara pois um pequeno descuido poderá significar um grande erro musical. Bastante utilizado em bandas de jazz, bandas sinfónicas e bandas filarmónicas é, hoje, um instrumento bastante conhecido pelo público em geral.

A tuba é o instrumento musical da família dos metais de maior dimensão. Consiste num tubo cilíndrico curvado sobre si mesmo e que termina numa campânula em forma de sino. Possui um bocal e três a cinco pistões e várias variantes: a tuba tenor ou bombardino; a tuba baixo; e a tuba contrabaixo. Desde o seu aparecimento, em meados dos anos de 1800, é utilizada nas orquestras sinfónicas e bandas filarmónicas, onde o papel de suporte harmónico é muito importante.

E, assim, terminamos a abordagem aos instrumentos de sopro. Esperamos que estejam a gostar deste passeio pelo conhecimento e informação musical. Porém, como os passeios sabem melhor quando se realizam com amigos, convidamos a todos a acompanharem-nos no primeiro “Caminhar com a SMEB”.

No próximo dia 24 de maio (domingo), a SMEB irá organizar uma caminhada com partida na Sede da Banda em direção à Capela de São Sebastião (Santa Marinha). A sua inscrição terá o custo de 10 euros e dar-lhe-á acesso a alimentação (lanche na capela e almoço na sede da banda) e camisola alusiva ao evento. As inscrições poderão ser realizadas através dos nossos contactos e dos diretores da banda até ao dia 17 de maio.

Esperamos por todos para “Caminhar com a SMEB”!

Próximos serviços da banda:

16 e 17 de maio: Vale de Estrela
31 de maio: Nº Srª de Fátima
(Santa Marinha)

Partilhar este artigo

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Eduardo Cabral

Os meses de fevereiro e março tiraram a Portugal e aos Portugueses a angústia duma seca severa que nem os mais otimistas acreditavam que voltasse a chover em Portugal. De facto, ao olharmos para todo o solo de Portugal, era desesperante vê-los ...

Joaquim Pimentel

Triste e lamentavelmente, perante a realidade da vida, que ninguém nos procure impingir a mentira de que a situação da Síria mexe com Assad, Trump, Putin, etc! Por mais razões que queiram invocar, a atitude destes “senhores” e de todos quantos a ...

Manuel Miranda

Mas tanta!... tanta gente de olhares em mim!... Eu sei que sou diferente… Que ando na vida para mim voltado, de todos os outros desencontrado!... Autista!… é o que de mim dizem. E outros que sou de perturbações do espectro do autismo. Outros ...

Estrela da Beira

A época das festas religiosas aproxima-se a passos largos. Estivemos novamente em Salamanca onde participámos na Procissão do Enterro (Sexta-feira Santa) e na Procissão do Encontro (Domingo de Páscoa) a convite da Cofradía de la Vera Cruz. É ótimo ...