wrapper

Breves

2019 está já a terminar.

Foi um ano cheio de muitas surpresas, de muitas atividades e de mudança para a nossa banda. 

O início de 2019, foi deveras caracterizado por alguns percalços e acontecimentos que testaram a força da SMEB. A mudança de Maestro foi sem dúvida um desses testes. A procura do novo Maestro foi caracterizada por uma ânsia de mudança. Encontrar um Maestro que correspondesse às expectativas da direção, dos músicos e do povo, não foi fácil. A nossa banda tem já um grande alcance a nível nacional e ibérico e com a nossa evolução, crescem também as nossas atividades musicais e festividades. E, para tal, tem que haver um grande comprometimento por parte da direção, dos músicos e claro do Maestro. À primeira vista parece assustador. Ter tanta responsabilidade sobre os seus ombros, ainda para mais quando esta tarefa advém de muito esforço pessoal e dedicação. Mas uma coisa é certa, este ano, conseguimos provar que a nossa banda ainda vai dar muito que falar. O povo de Santa Marinha, foi sem dúvida um pilar para a nossa banda. Foi possível sentir a união e o apoio constante dos Santa Marinhenses em qualquer evento que a nossa banda organizava. 

O ano começou com as já típicas Janeiras, que envolveram os músicos em 3 dias de correrias e rumarias pelas ruas de Santa Marinha e arredores, de modo a que o povo de Santa Marinha pudesse ajudar a nossa banda. Ainda em janeiro, realizámos as nossas Migas dos Reis, que mais uma vez reuniu o povo num almoço convívio nas instalações da nossa banda. Fomos também até Almendra para a festa em honra a São Sebastião. 

Em fevereiro, para além de prestarmos homenagem a São Brás, apresentámos ao povo, pela primeira vez, o nosso primeiro CD, na igreja Mariz de Santa Marinha. 

Em março, percorremos as ruas de Seia, na já tradicional Feira do Queijo, e fizemos nova apresentação do nosso CD, agora em Salamanca, na presença dos elementos do Grupo Coral de la Vera Cruz e amigos.

Em abril, deslocamo-nos novamente até Salamanca para enriquecer musicalmente as procissões do Enterro (na sexta-feira Santa) e do Encontro (no domingo de Páscoa), e realizamos uma festa de 2 dias em Almendra.

Maio, foi um mês de maior tranquilidade com a festa em honra a Nossa Senhora de Fátima, em Santa Marinha. 

A partir de junho a nossa banda não teve parança. Neste mês realizamos a nossa típica Caminhada que conta já com 5 edições de percursos de sucesso pela nossa Serra e aldeias. Realizámos também mais 3 festas em Carnicães, Póvoa Nova e Santa Cruz da Trapa.  

Em julho, participámos nas marchas populares de Seia e nas atividades em homenagem à cidade de Seia. Neste mês, apresentámos pela primeira vez o nosso I Cine-Concerto na Casa Municipal da Cultura de Seia. Este, foi um evento de grande sucesso e surpresa para o nosso povo e simpatizantes, o qual iremos brevemente repetir. Terminámos este mês com mais 2 festas em Santa Comba e na Ervedosa (Bragança).

Em agosto, a nossa banda não descansou, com festas em Prados, Boiça Cova, Alvôco da Serra, Casteição, Numão, Pinhanços e Quintela. 

Em setembro, deslocámos-mos até Valezim, Argomil e Sabugueiro, terminando este mês com as comemorações do 172º aniversário da nossa banda com a visita especial do grupo coral de la Vera Cruz de Salamanca. 

Em outubro, fomos até à Vila Chã para a festa em honra ao Anjo de Guarda. 

Novembro, foi o mês em que acolhemos a reabertura do Clube Desportivo e Recreativo de Santa Marinha. 

Dezembro, realizámos 2 festas, na Arrifana e em Santa Marinha. 

Apesar de ano de 2019 estar já a terminar, a nossa banda está já com a cabeça no ano novo, com novos desafios e grandes eventos que vão surpreender toda a gente. Não percam e acompanhem sempre a nossa banda. Um feliz Natal e Bom Ano Novo. 

 

Partilhar este artigo

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Eduardo Cabral

Estamos quase no fim do mês de dezembro de 2019 e a entrarmos no ano de 2020.

Joaquim Pimentel

A leitura que vou procurando fazer no dia-a-dia duma vida muito ocupada e com acrescidas preocupações, permite alargar os meus conhecimentos os quais, confesso, são limitados e dar conta do que se vai passando em meu redor. Não resisto, pois, a ...

Manuel Miranda

Natal. As notícias não deixam esquecer o Natal. As televisões mandam jornalistas para os grandes centros comerciais para registarem os entusiasmados, a azáfama das compras. 

Estrela da Beira

2019 está já a terminar. Foi um ano cheio de muitas surpresas, de muitas atividades e de mudança para a nossa banda.