wrapper

Breves

segunda, 07 janeiro 2019 00:00

Recuperação da rede hidrográfica com prazo alargado até julho

Em reunião do executivo, Filipe Camelo falou da adenda ao protocolo de colaboração ao Fundo Ambiental para Financiamento das Intervenções Urgentes e Inadiáveis de Regularização Fluvial, assinado no passado dia 20 de dezembro com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), que estabelece um novo prazo (até julho de 2019) para a conclusão dos trabalhos de recuperação fluvial nas zonas afetadas pelo incêndio de outubro de 2017.

A adenda ao protocolo resulta da impossibilidade do Município, à semelhança de outros 48 protocolos estabelecidos a nível nacional, de concluir os trabalhos até ao final deste ano, justificado por atrasos no procedimento de contratação, condições atmosféricas adversas, que originaram a impossibilidade de executar as intervenções previstas numa época de caudal elevado. 

Recorde-se que o protocolo de colaboração estabelece financiamento no valor global de 430 mil euros para a execução de obras de engenharia natural em áreas afetadas pelos incêndios, com incidência nos rios Alva, Mondego, Seia e ribeira de Alvoco, por forma a garantir o escoamento dinâmico nas linhas de água, minimizar a erosão e o arrastamento dos solos e, por sua vez, o efeito das cheias e inundações, assegurando as condições necessárias para o uso geral das linhas de água.

Os trabalhos a realizar no rio Alva e ribeira de Alvoco consistem na realização da limpeza marginal, consolidação e reperfilamento do leito e taludes marginais, construção de travessões para correção torrencial e reparação de açudes existentes.

Já no rio Seia, estão previstas ações de corte e remoção de material vegetal arbóreo e arbustivo ardido, a remoção de sedimentos e outros materiais nos leitos, a consolidação e recuperação de taludes (de forma a minimizar a erosão e o arrastamento dos solos), a reposição / reabilitação da galeria ripícola (plantação e/ou sementeira de espécies autóctones) e a reabilitação de açudes existentes, com objetivos de correção torrencial.

No rio Mondego serão executadas ações de limpeza marginal.

Partilhar este artigo

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Já está à venda nas bancas a edição Nº 565 do Jornal de Santa Marinha

 ASSINE ou RENOVE a ASSINATURA do Jornal de Santa Marinha. Contacte-nos!

Onde Comprar...

Pode comprar o Jornal de Santa Marinha assim como outros jornais e revistas nos seguintes estabelecimentos comerciais de Seia e São Romão:

---------------

Crisfal Papelaria (Rua Dr Simões Pereira 43) 

Casa Havaneza (Rua Dr Simões Pereira) 

Tutti-Frutti - Café Snack Bar (Av 1º de Maio, 14, Ed. Rodolfo) 

Porta Lápis - Livraria Papelaria Informática (Av 3 de Julho, A); 

Papelaria Oficina das Artes (Praça Comendador Joaquim F. Simões)

Seabra e Campos (Bombas BP); 

Shop Naf Seia (Galeria Comercial do Intermarché)

Livraria Papelaria Cafetaria Neves (R. Santo António, 1)

Eduardo Cabral

Estamos quase no fim do mês de dezembro de 2019 e a entrarmos no ano de 2020.

Joaquim Pimentel

A leitura que vou procurando fazer no dia-a-dia duma vida muito ocupada e com acrescidas preocupações, permite alargar os meus conhecimentos os quais, confesso, são limitados e dar conta do que se vai passando em meu redor. Não resisto, pois, a ...

Manuel Miranda

Natal. As notícias não deixam esquecer o Natal. As televisões mandam jornalistas para os grandes centros comerciais para registarem os entusiasmados, a azáfama das compras. 

Estrela da Beira

2019 está já a terminar. Foi um ano cheio de muitas surpresas, de muitas atividades e de mudança para a nossa banda.